O Sexto Sentido, filme de Shyamalan foi analisado na Casa das Artes de Itapira.

O evento aconteceu no último domingo e deixou todos surpresos e encantados.


A Casa das Artes de Itapira neste domingo quebrou sua rotina de portas fechadas e abriu seu espaço para realização da primeira análise estética e simbólica de um filme no caso: O Sexto Sentido do diretor M. Night Shyamalan.


A análise foi conduzida brilhantemente por Eduardo Albertino, que na introdução já ressaltava que estamos muito sistematizados, presos a um sistema que faz com que nossa realidade e nos absorva e temos cada vez menos olhar para o que é subjetivo, belo e humano. Exatamente o que fazia o personagem principal, preso a um materialismo que não o permitia enxergar coisas tão maravilhosas, quanto o amor.


Eduardo levou 3 horas para nos colocar de boca aberta diante da complexidade que é criar uma obra de arte, com a densidade, os detalhes e o critério que são fundamentais para tal.


O público ficou após a análise ainda divagando sobre a obra e querendo que Albertino retorne o quanto antes para nos brindar com mais uma tarde de conhecimento.



Veja mais fotos clicando aqui

Notícias em Destaque
Notícias Recentes